segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Orquidário Municipal de Santos

Fonte da foto : http://omeulugar.wordpress.com/2007/05/14/entre-bichos-plantas-e-orquideas/
Fonte da foto : http://omeulugar.wordpress.com/2007/05/14/entre-bichos-plantas-e-orquideas/
Fonte da foto : http://omeulugar.wordpress.com/2007/05/14/entre-bichos-plantas-e-orquideas/
Interior do Orquidário Municipal
Foto: Prefeitura Municipal de Santos, publicada com o texto


Fonte da foto : http://sat.grupoatribuna.com.br/tvtribuna/blogrosanavalle






Orquidário Municipal de Santos
Parque zoobotânico que mistura características de jardim com aspectos de mata natural em seus 22.240m², plantados principalmente com exemplares da Mata Atlântica. Tem árvores frutíferas e medicinais, espécies raras como pau-brasil e cedro e estufa com 1.600 mudas de orquídeas, que podem ser apreciadas em seu esplendor em novembro, quando acontece uma exposição nacional. 
Originou-se de mais de 600 espécies diferentes e cerca de mil mudas de epífitos que o colecionador Júlio Conceição cultivava, no quintal de sua casa. Conhecida como Parque Indígena, a área era aberta à visitação pública e localizava-se no Boqueirão, bem próximo à Av. Conselheiro Nébias. Quando Júlio Conceição faleceu, a família doou o acervo para a Prefeitura, que mantém seu busto na entrada do parque. 
A abundância da vegetação atrai inúmeros pássaros, que vivem em liberdade entre animais silvestres como cotias, jabutis e macucos. Um lago de 1.180 m² abriga carpas, tartarugas e recebe aves aquáticas migratórias. Num viveiro interativo, as pessoas têm contato direto com tucanos, marrecos, gralhas, anus, garças e atobás. Existem ainda araras, papagaios e corujas e algumas espécies ameaçadas de extinção, como macacos-aranhas, micos-leões-dourados, micos-leões-de-cara-dourada e jacarés-de-papo-amarelo. 
Em 2000 recebeu um viveiro com um casal de cervídeos, que já se reproduziram. O parque mantém o Setor de Zoologia, que cuida dos animais; o Setor de Botânica, responsável pela coleção de orquídeas e da flora em geral; e o Setor Ambiental, que promove atividades sobre temas relacionados ao acervo, destinadas a estudantes e ao público em geral. Praça Washington, s/nº.
[...]


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por deixar seu comentário.